Nossa História

01
02
03

O Rancho da Traíra é um dos lugares mais frequentados de Mogi das Cruzes.

A traíra servida no Rancho é apreciada por pessoas da cidade, de várias regiões do Brasil e até de outros países.

Tudo começou em meados de 1990, no fundo do quintal de Antonio Vianei Sandim Guimarães, o Bigode, que pescava numa represa em Salesópolis para o sustento da sua família.

Construiu um fogão à lenha, um quiosque de madeira e sapé no fundo de seu quintal, onde os amigos se encontravam para saborear os pratos feitos com os peixes do dia e aproveitavam o momento para horas de prosa regados a moda de viola. A especialidade de Antonio era a traíra, que preparada com um tempero exclusivo conquistou os paladares dos amigos.

De repente, seus amigos começaram a trazer outros amigos, o boca-a-boca foi se espalhando por Mogi das Cruzes e região. Bigode e sua família não acreditavam no sucesso que estavam obtendo.

Quando o fogão a lenha já não dava mais conta do recado, foi preciso construir outro quiosque, comprar fritadeiras e desenvolver um tacho bem maior para atender o volume de pedidos que crescia a cada dia.

Com a expansão do atendimento, precisou de mais ampliações. E apesar de todas essas modificações, a casa não deixou de oferecer aos clientes um estilo artesanal, com ambiente familiar, simples, rústico e muito gostoso.

A traíra é a especialidade da casa que também oferece outros saborosos pratos, grelhados e porções, como a de camarão, isca de tilápia, costelinha de pacu e rã que podem ser saboreadas com limão, molho da casa e uma boa pimentinha.

Tudo para que cada vez mais as pessoas saboreiem a deliciosa traíra e conheçam a história de muito trabalho e empenho da família Guimarães, que conseguiu construir ao longo desses anos o famoso Rancho da Traíra.

Horário de Funcionamento

Quinta: das 18h às 23h
Sexta: das 12h às 16h / das 18h às 23h30
Sábado: das 12h às 23h30
Domingo: das 12h às 16h

Feriados – Consulte horário de funcionamento